06 Novembro 2009

Tal como a (in)actividade deste blog revela, por motivos diversos tenho-me vindo a ostracizar do processo de construção do meu projecto de dissertação. Só recentemente consegui. com a ajuda dos meus orientadores, arrastar-me para fora de um estado de indefinição que nesta fase do processo se pode ditar como fatal. 

 

Para tal, concretizou-se uma mudança de tema (faço questão que seja a última) que, ainda mantendo a capacidade de dar resposta às minhas inquietações sobre a problemática e visão do design de interacção, se afigura como um projecto mais concreto, focado e – espero – relevante.

 

Embora se assista no domínio do HCI a mudanças axiomáticas no sentido de uma progressiva maior valorização de dimensões oriundas de disciplinas como o design, importa saber se essa transformação no pensamento académico se reflecte em alguma mudança nos curricula dos estabelecimentos de ensino, e consequentemente, na visão e práticas que os estudantes e futuros profissionais da engenharia ou do design possuem acerca das qualidades não-instrumentais dos interfaces informáticos.

 

Assim, mantendo o meu foco de estudo sobre o design de interacção, pretendo aprofundar as diversas vertentes que o caracterizam e como estas se apresentam nos programas educativos de uma selecção de cursos de universidades portuguesas.

 

Apresento em versão esquemática a tentativa de índice da minha dissertação. Havia escrito um comentário sobre porque não usarei o Prezi, mas a página bloqueou ej á é tarde para o escrever de novo.

 

 

 

Indice de dissertação

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO